Relevância do Bar Riviera é discutida

Na reunião ontem do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) também foi defendida a importância histórica do Bar Riviera, do outro lado do Cine Belas Artes, também na Rua da Consolação, e da passagem subterrânea que liga os dois imóveis. Segundo os conselheiros, esse conjunto de edificações comporia o bem cultural de artes na região.

O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2011 | 03h04

O Bar Riviera era uma espécie de "quartel general" durante a Ditadura, na década de 70, quando abrigava estudantes, artistas e políticos de esquerda. Prestes a completar meio século, o estabelecimento fechou as portas em 1999. Já a passagem subterrânea abrigava músicos e exposições de artistas amadores.

A presidente do Condephaat, Fernanda Bandeira de Melo, disse que as duas edificações, embora tenham importância histórica, não foram incluídas ontem no processo que autorizou os estudos para o tombamento do Cine Belas Artes. "Esses fatos foram apenas lembrados", afirmou. / LUÍSA ALCALDE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.