Reintegração deve durar até o fim da tarde no Capão Redondo

Moradores resistiram à ação da Polícia Militar, mas retroescavadeira é usada para derrubar os barracos

Elvis Pereira, do Jornal da Tarde, e Solange Spigliatti, Central de Notícias,

24 de agosto de 2009 | 11h05

Moradores atearam fogo em carros e barracos durante ação da PM na zona sul. Foto: Werther Santana/AE

 

A reintegração de posse do terreno da Viação Campo Limpo, na zona sul da cidade, iniciada nesta segunda-feira, 24, deve terminar por volta das 18 horas, segundo previsão da Polícia Militar. A desocupação das cerca de duas mil pessoas, que invadiram o local há dois anos, já chegou a um quarto do terreno, de acordo com informações da PM. Uma retroescavadeira da proprietária do terreno está destruindo os barracos.

 

Veja também:

mais imagens Fotos: Galeria de imagens do confronto

link Trator derruba barracos e PM faz reintegração

 

As 11 equipes do Corpo de Bombeiros que estão no local tentam controlar as chamas em alguns dos barracos, que foram incendiados pelos moradores como protesto contra a reintegração.

 

Um policial militar acabou intoxicado pela fumaça e outro foi atropelado por uma moto durante a desocupação e duas pessoas foram detidas por atirar rojões contra a Tropa de Choque, segundo a PM.

Tudo o que sabemos sobre:
reintegração de posseCapão Redondo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.