Reintegração causa confusão com a PM na Jacu-Pêssego

Moradores protestam por ter que sair de suas casas para ampliação da avenida na zona leste da capital

28 Maio 2009 | 14h32

PM tenta conter fogo causado durante protesto na Av. Jacu-Pêssego. Foto: Hélvio Romero/AE

 

Veja também:

mais imagens Galeria: Reintegração de posse em SP

 

A tentativa de uma reintegração de posse causou confusão entre policiais militares e moradores na região da Av. Jacu-Pêssego, na zona leste de São Paulo, na manhã desta quinta-feira, 28. Desde a madrugada, cerca de 200 famílias tentam impedir o início da demolição das cerca de 500 casas que estão no traçado das obras de ampliação da avenida.

 

Tentativa de reintegração causou confusão entre moradores e policiais. Foto: Hélvio Romero/AE

 

O protesto é organizado pelo "Movimento em Defesa das Famílias que estão no Traçado da Jacu-Pêssego". Segundo o movimento, as obras da avenida vão deixar cerca de 5 mil famílias do Jardim Iguatemi, em São Mateus, e de Mauá, no Grande ABC, desabrigadas.

 

A ampliação da Avenida Jacu-Pêssego ocorrerá até a região de Mauá, por onde passará parte do trecho sul do Rodoanel Mário Covas. Segundo Douglas Alves Mendes, um dos coordenadores do movimento, cada família irá receber R$ 1.300 de indenização para ser retirada do local.

Mais conteúdo sobre:
reintegração de posse Jacu-Pêssego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.