Reintegração acaba em confronto e PM agride jornalista

Cinegrafista da TV Bandeirantes é agredido por um policial com um golpe de cassetete enquanto trabalhava

Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo

04 de junho de 2014 | 21h22

SÃO PAULO - Uma reintegração de posse na Vila Maria, zona norte de São Paulo, terminou nesta quarta-feira, 4, em confronto entre sem-teto e a Polícia Militar. Um jornalista foi agredido.

A PM informou que um grupo de sem-teto ocupou um terreno na Rua Dona Maria Quedas, perto da saída para a Via Dutra, e a polícia foi chamada ao local, às 16h50, para retirá-los. Os manifestantes colocaram fogo em pneus e pedaços de madeira e a polícia usou bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha. O Corpo de Bombeiros e a Força Tática da PM foram chamadas para conter a confusão.

Um cinegrafista da TV Bandeirantes foi agredido por um policial com um golpe de cassetete enquanto trabalhava. Em entrevista ao programa Brasil Urgente, da mesma emissora, o secretário da Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella Vieira, pediu desculpas pela agressão e disse que a polícia não compactua com abusos e casos de violência. 

Tudo o que sabemos sobre:
Reintegração de posse

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.