Reinaugurada escola onde alunos morreram

A prefeitura do Rio reinaugurou ontem a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, zona norte, totalmente reformada. Em abril de 2011, o ex-aluno Wellington Menezes de Oliveira matou 12 alunos a tiros na escola e se suicidou. As obras custaram R$ 9 milhões. A sala de aula onde ocorreu a tragédia virou área de passagem para um anexo equipado com biblioteca e auditório para cem pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.