Régis segue interditada e sem alternativa à rota SP-Curitiba

Pista sentido Curitiba está fechada devido a deslizamento; DER não deu prazo para liberação da via

Maíra Teixeira, da Central de Notícias,

09 Fevereiro 2010 | 23h22

A Autopista Régis Bittencourt informou que não há previsão de liberação da pista sentido Curitiba, totalmente interditada devido a um deslizamento de barreira no km 552, em Barra do Turvo, região de divisa entre São Paulo e o Paraná.

 

Até às 23h, havia 14 km de congestionamento no sentido Curitiba; no sentido contrário, a lentidão era de 6 km. O tráfego está fluindo em mão dupla, pela pista sentido São Paulo, do km 544 ao 556. A Autopista e o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) destacam que não há possibilidade de desvio no local.

 

Segundo a concessionária, por uma questão de segurança, não é possível trabalhar com um prazo para a desinterdição forçada porque, à medida que parte da terra é retirada, mais terra cai sobre a rodovia. A Autopista destaca que o trabalho é delicado por questões de segurança.

 

O deslizamento aconteceu às 13h10 desta terça-feira. As praças de pedágio do quilômetro 542 foram bloqueadas para evitar congestionamento no local da interdição. Equipes de engenharia estão no local com um caminhão e duas retroescavadeiras para realizar a limpeza.

 

De acordo com o DER e Autopista, não há alternativa de estrada para fazer o itinerário São Paulo - Curitiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.