Régis Bittencourt é liberada após acidente com caminhão

Dois carros se chocaram e um produto químico que libera gás tóxico em contato com a água caiu na pista

Fábio Rossini e Guilherme Soares Dias, O Estado de S. Paulo

28 Julho 2014 | 15h14

Atualizada às 19h18

SÃO PAULO - A Rodovia Régis Bittencourt, em Itapecerica da Serra, foi liberada por volta das 17h30 após mais de sete horas interditada. Um acidente na manhã desta segunda-feira, 28, causou congestionamento na rodovia. Dois caminhões bateram, causando a queda do produto químico antimônio, usado para fabricação de ligas metálicas. Cerca de 70% da carga de 1,7 mil quilos foi derramada na pista. 

De acordo com a Autopista Régis Bittencourt, que administra a rodovia, a substância libera um gás tóxico em contato com a água. Ninguém ficou ferido. Uma equipe da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) enviou um caminhão para o auxiliar na limpeza da pista. Às 19h, a rodovia, que é a principal ligação de São Paulo com a região Sul, tinha 16 quilômetros de lentidão no sentido Curitiba, entre os quilômetros 306 e 290, em São Lourenço da Serra e Itapecerica da Serra. Parte do tráfego do sentido Curitiba foi desviado para a outra pista, sentido São Paulo, causando lentidão entre os quilômetros 291 e 293.

A Cetesb informou que a carga não tinha a cobertura adequada e vai apurar possíveis irregularidades.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Régis Bittencourt

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.