Região acumula série de casos

Com mais esta agressão, já são pelo menos sete casos de agressão com suspeita de motivação homofóbica na região da Avenida Paulista, no centro, desde novembro de 2010.

O Estado de S.Paulo

03 Outubro 2011 | 03h01

O último ocorreu em 27 de agosto, quando dois arquitetos foram golpeados com uma luminária perto da Estação Consolação do Metrô.

Em janeiro, um estudante de 27 anos levou garrafada no olho na Rua Peixoto Gomide. Em dezembro do ano passado, foram três casos. Em um deles, uma mulher apanhou após beijar a amiga. Um mês antes, dois jovens foram agredidos com lâmpadas fluorescentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.