Reforma das calçadas da Teodoro começa em setembro

Também será feita a substituição de guias e sarjetas e a preservação das árvores já existentes

Camilla Rigi,

24 de agosto de 2007 | 00h38

A reforma das calçadas da Rua Teodoro Sampaio, em Pinheiros, zona oeste, deve começar até o dia 10 de setembro. Quarta-feira foi publicado no Diário Oficial da Cidade a homologação do contrato com a empresa A.Tonanni Construções e Serviços Ltda para a obra no trecho entre a Avenida Faria Lima e a Rua Henrique Schaumann ao custo de R$ 752.500,00. "Temos alguns tramites burocráticos antes, mas no máximo dia 10 começamos a obra", afirmou o subprefeito Nilton Nachle. A troca das calçadas faz parte do programa de Revitalização de Ruas Comerciais da Prefeitura. O piso usado na Teodoro Sampaio será o bloco de concreto intertravado. Além disso, será feito o rebaixamento de guias para implantação de acessibilidade nas esquinas e mudanças no paisagismo. "São 1.500 metros de extensão e 11 mil metros quadrados de calçadas para serem trocadas", informou o subprefeito. Também será feita a substituição de guias e sarjetas, preservação das árvores já existentes. Nachle pretende realizar em paralelo à troca das calçadas o projeto de ruas modelos, que vai adequar as fachadas das lojas à Lei Cidade Limpa. "Vamos ter todo o cuidado para não prejudicar os comerciantes, principalmente no período do Natal", afirmou. Só que nesta adequação os custos são do comerciante. A previsão é que a partir do início reforma, a obra seja concluída em quatro meses. Durante esse período, os ambulantes que têm Termo de Permissão de Uso (TPU) para ficarem na rua serão realocados em local ainda não definido. "Também teremos que mudar alguns pontos de ônibus, mas esse estudo já foi iniciado há 40 dias junto a Companhia de Engenharia de Tráfego", explicou o subprefeito. Por algum tempo a zona azul da área deverá ser extinta para que a faixa de estacionamento seja usada para facilitar o fluxo dos veículos.

Tudo o que sabemos sobre:
calçadasTeodoro Sampaioreforma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.