Reforma da orla de Santos vai custar R$ 13,8 milhões

A orla de Santos vai receber obras de reurbanização que incluem a remodelação dos quiosques do calçadão, a substituição da iluminação da ciclovia, câmeras de vigilância e novos sanitários públicos.

Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2010 | 00h00

Serão investidos R$ 13,82 milhões na reforma, prevista no convênio assinado na quarta-feira entre a prefeitura e o Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dade), órgão ligado ao governo do Estado.

Segundo o governo, não foi definido o número de quiosques que poderão permanecer no calçadão.

O prazo para a execução das obras é de 180 dias, segundo a previsão do governo. Antes do início das obras, porém, a intervenção tem de ser aprovada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado (Condephaat). Isso porque o jardim, de 218 mil metros quadrados, foi tombado pela entidade estadual em junho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.