José Luís da Conceição/Governo de São Paulo
José Luís da Conceição/Governo de São Paulo

Rede da CPTM é danificada por ato de vandalismo e Linha 8 sofre atrasos

Uma corda foi arremessada sobre a fiação da rede aérea dos trens, próximo à Estação Lapa

Bibiana Borba, O Estado de S.Paulo

15 Maio 2017 | 09h10

SÃO PAULO - A circulação dos trens da Linha 8-Diamante da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) está prejudicada desde em torno das 8 horas desta segunda-feira, 15, após um ato de vandalismo. Uma corda foi arremessada sobre a rede aérea da linha ferroviária próximo à Estação Lapa, na zona oeste de São Paulo, conforme a assessoria de comunicação da companhia. 

Um trem teve de ser parado antes de chegar ao terminal para que os passageiros desembarcassem em segurança. O trecho entre a Lapa e a Estação Palmeiras-Barra Funda da Linha 8 chegou a ser interditado para um reparo emergencial. 

Os trens voltaram a circular antes das 9 horas, mas com velocidade reduzida entre as Estações Júlio Prestes e Imperatriz Leopoldina. Funcionários trabalham na substituição de peças danificadas e ainda não há previsão para normalização total do sistema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.