Red Hot e hits para mais de 100 mil

O show do Red Hot Chili Peppers, que fechou o segundo dia do festival Rock in Rio, fez jus à grandeza do evento. No repertório, clássicos como Otherside, Under The Bridge, Me and My Friends, Higher Ground, Californication, Around The World, Blood Sugar Sex Magik e Give It Away. Todas lançadas há mais de dez anos. A ausência mais sentida foi da canção Scar Tissue, que a banda tocou no show que fez em São Paulo, semana passada.

FELIPE BRANCO CRUZ, ENVIADO ESPECIAL / RIO, O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2011 | 03h02

O saldo final foi positivo. A apresentação carioca foi melhor, mais vibrante e divertida, inclusive com hits diferentes dos que foram apresentados em SP. O receio do grupo repetir o fiasco que foi o show no festival há dez anos, quando o som ficou muito baixo, não se concretizou e os californianos mostraram a uma multidão de 100 mil pessoas um espetáculo digno de entrar para a galeria do Rock in Rio.

O vocalista Anthony Kiedis usou a mesma roupa da apresentação de São Paulo. Já o baixista Flea entrou no palco com uma camisa da Seleção Brasileira. A banda foi acompanhada pelo percussionista brasileiro Mauro Refosco, convidado a excursionar na turnê mundial.

Canções como Monarchy of Roses, Look Around, Factory of Faith, The Adventures of Rain Dance Maggie e Did I Let You Know, todas do novo álbum, I'm With You, lançado neste ano, também entraram no repertório.

A banda também apresentou ao público carioca o novo guitarrista Josh Klinghoffer, que substituiu John Frusciante. Para mostrar personalidade, o músico alterou alguns solos de guitarra das músicas antigas, o que irritou fãs mais tradicionais.

No fim do show, depois de quase duas horas de apresentação, quando voltaram para o bis, todos os integrantes usavam camisetas brancas com o rosto do jovem Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães. Rafael era fã da banda e morreu atropelado em 20 de julho de 2010, no Rio.

Antes do funk rock californiano do Red Hot Chili Peppers entrar no Palco Mundo de forma avassaladora, o meio indie, meio pop Snow Patrol se apresentou com a incumbência de esquentar a noite, após algumas pancadas de chuva que caíram durante toda a tarde na Cidade do Rock.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.