Receita faz apreensão recorde de cocaína no Porto de Santos

Cerca de 1,7 tonelada da droga estava escondida em carga de maçã, com destino a Espanha

Priscila Trindade, da Central de Notícias

22 de junho de 2010 | 16h23

SÃO PAULO - A apreensão de 1,723 tonelada de cocaína realizada na segunda-feira, 21, pela Alfândega da Receita Federal do Porto de Santos, no litoral paulista, foi recorde para o porto paulista. Um cálculo preliminar feito ontem indicava que aproximadamente 1 tonelada havia sido apreendida.

 

A droga, vinda da Argentina, estava dentro de um navio cargueiro e seria levada para a Espanha. O entorpecente estava escondido em uma carga de 34 toneladas de maçãs.

 

De acordo com a Receita, o navio foi interceptado após uma denúncia da aduana argentina. Possivelmente, a carga de maçãs deve ser levada para instituições de caridade.

Tudo o que sabemos sobre:
cocaínadrogas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.