Recarregador de arma tem venda controlada em SP

Não é fácil comprar, pelo menos em São Paulo, um speed loader - equipamento que recarrega rapidamente o revólver e foi usado pelo atirador de Realengo. Após o crime, a reportagem percorreu lojas legalizadas de comércio de armamentos do centro da cidade. Atendentes de três locais exigiram apresentação de carteira funcional de policial ou registro de porte. Em uma quarta loja, não havia o acessório. O speed loader também é vendido pela internet, em sites estrangeiros. Mas na compra online também há a exigência de comprovação de licença para caça.

Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

10 de abril de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.