Rebelião na Fundação Casa de Campinas deixa cinco feridos

Internos destruíram setor administrativo, almoxarifado e oficina de panificação, segundo o órgão

Bruno Lupion, do estadão.com.br

13 de agosto de 2010 | 05h04

SÃO PAULO - Terminou às 3h30 desta sexta-feira, 13, a rebelião de adolescentes que destruiu parte das instalações da Unidade Jequitibá da Fundação Casa de Campinas. Cinco internos foram feitos reféns pelos próprios jovens e sofreram agressões que causaram ferimentos leves e moderados, segundo a assessoria do órgão.

O motim começou por volta das 18h30, após o suposto fracasso de uma tentativa de fuga. Os adolescentes rebelados destruíram o setor administrativo da unidade, o almoxarifado e uma oficina de panificação, além de atear fogo em roupas e papeis, segundo a assessoria da Fundação Casa. Os dormitórios não sofreram danos. A Polícia Militar chegou a cercar o quarteirão para evitar fugas.

Os cinco internos feridos foram examinados na enfermagem da unidade e seriam encaminhados nesta sexta-feira a um pronto-socorro da região, segundo a assessoria do órgão.

A Corregedoria da Fundação Casa está no local e instaurou sindicância para apurar as causas do motim. A Unidade Jequitibá tem capacidade para 72 adolescentes e atualmente abriga 65.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.