Rebelião em Fundação Casa termina com dois feridos na zona leste de SP

Um dos funcionários tinha suspeita de traumatismo craniano; ao todo, 8 foram feitos reféns

Solange Spigliatti, estadão.com.br

30 Novembro 2011 | 10h28

SÃO PAULO - Os cerca de 45 menores da unidade Novo Horizonte da Fundação Casa, em Guaianazes, na zona leste de São Paulo, que se rebelaram na manhã desta quarta-feira, 30, já se entregaram e liberaram os reféns, segundo a Fundação Casa.

Os 44 menores começaram a rebelião por volta das 8h30, enfrentando os funcionários da unidade. Durante o confronto, dois funcionários ficaram feridos e foram levados a hospitais da região. Um deles com suspeita de traumatismo craniano. Outros seis foram mantidos reféns até as 10h30, quando terminou a rebelião.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência e Educação à Criança ao Adolescente e à Família do Estado de São Paulo/SP, os menores da unidade usaram lâmpadas quebradas para ameaçar os funcionários. A Corregedoria da Fundação Casa está investigando o ocorrido. Ainda não há informação sobre o motivo da rebelião.

Franco da Rocha. Ontem à noite, 11 menores também fizeram um motim em uma das unidades da fundação na cidade de Franco da Rocha, na Grande São Paulo. Após cerca de quatro horas, os cinco funcionários feitos reféns foram libertados sem ferimentos graves.

Atualizado às 11h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.