Rapaz é preso após matar adolescente grávida de 9 meses em SP

Bombeiros foram chamados, mas nem a mulher nem a criança, uma menina, filha do assassino, sobreviveram

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

18 Março 2011 | 04h34

SÃO PAULO - Uma adolescente, de 16 anos, grávida de quase 9 meses, foi morta a facadas, por volta das 21 horas de quinta-feira, 15, pelo marido, na região da Luz, no centro de São Paulo.

Janine da Silva Pereira foi atingida por mais de 20 facadas e morreu no local. O corpo foi encontrado no quarto, sobre a cama. Bombeiros foram chamados, mas nem a mulher nem a criança, uma menina, filha do assassino, sobreviveram.

Segundo a polícia, o crime, ocorrido em uma casa da rua João Teodoro, foi presenciado pelo irmão da vítima, de apenas 2 anos. Vizinhos, que moram no mesmo quintal do imóvel da vítima, ouviram os gritos e acionaram a PM.

No momento em que policiais militares da 3ª Companhia do 13º Batalhão chegaram à residência, o assassino, Francisco Alisson Pereira, de 20 anos, já havia deixado o local. Durante conversa com os vizinhos, policiais civis e militares foram informados sobre as constantes discussões entre a adolescente e o rapaz, que é usuário de drogas.

Ao anotarem o endereço dos prováveis locais para onde Pereira poderia ter fugido, os policiais começaram as buscas e encontraram o criminoso, por volta da 0h45 desta sexta-feira, 18, na casa da mãe dele, na Vila Maria, zona norte da cidade. O rapaz foi encaminhado ao 2º Distrito Policial, do Bom Retiro, e autuado em flagrante.

Mais conteúdo sobre:
adolescente grávida assassinada bombeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.