Radial Leste apresenta maior trecho de lentidão nesta manhã

Excesso de veículos deixa via com mais de dois quilômetros de congestionamento no sentido centro

Solange Spigliatti, estadao.com.br

09 de janeiro de 2009 | 08h12

Os motoristas que trafegavam pela Radial Leste por volta das 8 horas desta sexta-feira, 9, encontravam o pior trecho de lentidão no período, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O excesso de veículos causava um pouco mais de dois quilômetros de lentidão na pista sentido centro. De acordo com medição da CET, a cidade registrava 12 quilômetros de ruas e avenidas congestionadas às 8h05.   Veja também: Como o trânsito parou SP e números da frota Dossiê Estado: os números do trânsito em SP   Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua     Os traços em vermelho representam trechos congestionados nesta manhã. Fonte: CET   Piores trechos congestionados   - Radial Leste, sentido Centro, entre Avenidas Conselheiro Carrão e Melchert, com 2.269 metros; - Avenida Francisco Mesquita, sentido São Paulo, entre Viaduto Grande São Paulo e Vemag, com 1.100 metros; - Marginal Tietê, sentido Ayrton Senna, pista expressa entre Pontes Limão e Julio de Mesquita Neto, com 999 metros;   Situação dos principais corredores   Zona Sul - Marginal Pinheiros: sentido Castelo, pista local entre Pontes Cidade Jardim e Ary Torres   Zona Oeste - Ligação Leste-Oeste: sentido Lapa, entre Avenida Vinte e Três de Maio e Largo do Glicério - Avenida Francisco Morato: sentido Centro, entre Pontes Eugene Boudin e Morumbi   Zona Norte - Marginal Tietê: sentido Ayrton Senna, pista expressa entre Pontes Limão e Julio de Mesquita Neto - Corredor norte-sul: sentido Santana, entre Ruas Borges Lagoa e Onze de Junho - Avenida Braz Leme: sentido Centro, entre Ponte da Casa Verde e Rua Zanzibar   Zona Leste - Radial Leste: sentido Centro, entre Avenidas Conselheiro Carrão e Melchert - Avenida Aricanduva: sentido Marginal, entre Radial Leste-oeste e Rua Moises Marx

Mais conteúdo sobre:
trânsitoSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.