Racionamento em Barretos faz frigorífico dar férias coletivas

Medida de corte de água na cidade foi anunciada nesta quinta-feira, 16, e inclui ainda multa em caso de desperdício

Rene Moreira , Especial para O Estado

16 de outubro de 2014 | 21h06

A cidade de Barretos, no interior paulista, anunciou oficialmente nesta quinta- feira, 16, o racionamento de água. A informação foi dada em entrevista coletiva do superintendente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Silvio Brito. Segundo ele, o Ribeirão Pitangueiras, responsável por 60% da água consumida na cidade, registrou grande queda e baixou 60 centímetros nos últimos dias.

A prefeitura também anunciou que vai aplicar multa que pode chegar a R$ 529, em caso de reincidência, para quem for pego lavando veículos ou calçadas. E informou que o frigorífico JBS, como medida adicional, dará férias coletivas para os seus funcionários a partir do dia 3 de novembro, deixando de captar 260 metros cúbicos por hora de água do Rio Pitangueiras.

O Serviço de Água espera com essas medidas recuperar a capacidade de captação de água, que nesta época deveria estar em 800 metros cúbicos por hora. No caso do desperdício, uma campanha está divulgando os telefones para denúncias, que podem ser feitas pelos números 0800-7725300 ou 3321-5300.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.