Divulgação
Divulgação

Quinto suspeito de linchamento no Guarujá se apresenta à polícia

Abel Vieira Batalha Júnior é apontado como o homem que amarrou e jogou a dona de casa Fabiane Maria de Jesus em uma vala

Zuleide de Barros , Especial para O Estado

12 Maio 2014 | 15h58

GUARUJÁ - O quinto homem suspeito de ter participação no linchamento da dona de casa Fabiane Maria de Jesus, de 33 anos, na comunidade de Morrinhos, em Guarujá, apresentou-se no início da tarde desta segunda-feira, 12, no 1º Distrito Policial de Vicente de Carvalho, onde a ocorrência foi registrada. Abel Vieira Batalha Júnior, de 18 anos, conhecido como Pepê, já tinha prisão temporária decretada e estava foragido.

Pepê está sendo ouvido na tarde desta segunda-feira pelo delegado Luís Ricardo Lara Dias Júnior, que conduz as investigações. O suspeito é apontado como o homem que amarrou e jogou a dona de casa em uma vala, após ser espancada por moradores, na tarde do último dia 3. Pepê aparece em vídeos feitos por celulares amarrando e empurrando a vítima no mangue.

Resgatada por policiais militares, Fabiane foi encaminhada ao Hospital Santo Amaro, onde morreu dois dias depois do espancamento, em consequência de traumatismo craniano e lesões por todo o corpo. A vítima foi confundida com uma suposta sequestradora de crianças.

Antes da prisão de Pepê, outros quatro homens foram detidos e apontados como os agressores da dona de casa. O primeiro suspeito preso foi o eletricista Valmir Barbosa, de 48 anos. Dois dias depois, foi detido o ajudante de pedreiro Lucas Rogério Fabrício, de 19 anos, e o pintor Carlos Alex Oliveira, de 23. Na sexta-feira, Jair Batista dos Santos, de 35, apresentou-se na delegacia com seu advogado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.