Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Quer só o melhor de cada escola de samba de SP? Veja aqui

Amor, mulher e até o publicitário Roberto Justus viraram tema. Confira os destaques dos desfiles de hoje

EDISON VEIGA, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2012 | 03h02

Está tudo pronto para a festa do carnaval paulistano. A partir das 23 horas de hoje, a folia começa no Anhembi, zona norte de São Paulo. Cada uma das 14 escolas de samba tem de 55 a 65 minutos para completar o desfile no sambódromo. As cinco mais bem colocadas garantem vaga no Desfile das Campeãs, na próxima sexta-feira, com as duas primeiras colocadas do Grupo de Acesso.

Como não podia deixar de ser, entre os carnavalescos o clima é de otimismo. "Acredito que o ponto alto deste ano vai ser a questão visual", aposta Wagner Santos, carnavalesco da Acadêmicos do Tucuruvi.

Leia abaixo, na sequência das escolas que se apresentam hoje, os principais destaques da noite.

Camisa Verde e Branco. Primeira agremiação a pisar na avenida, às 23h, a Camisa celebra a volta à elite após três anos. O sentimento mais nobre é o tema: o amor. "Enquanto o mundo só fala em guerra, queremos abrir com um tema leve e do bem", diz o carnavalesco Anselmo Brito. Com 3 mil componentes, 23 alas e cinco alegorias, a escola promete fazer o maior carnaval de sua história. A ala que mostra o amor dos doadores de órgãos - toda formada por deficientes visuais à espera de transplante de córnea - deve comover o público.

Império de Casa Verde. Segunda a desfilar, à 0h05, a Império traz o enredo Na Ótica do Meu Império o Foco é Você, mostrando a evolução dos óculos, dos microscópios, dos telescópios. Os carros gigantescos e os jogos de luz serão o destaque da escola de 3,8 mil componentes. Como nos anos anteriores a Império vinha desfilando já nos últimos horários, com o sol nascendo, em 2012 o investimento em iluminação foi 30% maior.

X-9 Paulistana. À 1h10, vem a X-9. A escola escolheu homenagear o Rally dos Sertões, que comemora 20 edições neste ano. Usando a competição como fio condutor, os 3,8 mil componentes pretendem mostrar o povo e a cultura sertaneja. Pilotos também vão marcar presença no desfile, como a bela Helena Soares, a "musa do Rally".

Vai-Vai. Atual campeã, a Vai-Vai entra às 2h15 com o enredo dedicado ao sexo feminino: Mulheres Que Brilham - a presidente Dilma Rousseff é uma das personalidades lembradas. A pintora Tarsila do Amaral e as escritoras Clarice Lispector e Lygia Fagundes Telles também estão entre as homenageadas. Com 4 mil integrantes, 31 alas e cinco alegorias, a escola traz a responsabilidade de um invejável currículo de 14 títulos. A Vai-Vai promete surpreender na iluminação e no brilho.

Rosas de Ouro. Com 3 mil componentes em 25 alas, a tradicional Rosas de Ouro traz, às 3h20, o curioso enredo O Reino dos Justus. É a história do publicitário, empresário e apresentador de TV Roberto Justus e de sua família, oriunda da Hungria. Justus estará no último carro. "Será impactante o último setor, onde, com a chegada do povo húngaro ao Brasil, surge um 'novo reinado' com Justus, o 'menino rei'", comenta o porta-voz da agremiação, Renê Rodrigues.

Acadêmicos do Tucuruvi. Penúltima escola a desfilar na primeira noite, às 4h25, com 3,5 mil componentes, a Acadêmicos do Tucuruvi vem com uma homenagem ao continente africano e aos povos primitivos. "Preparem-se para conhecer o esplendor de uma civilização que o mundo ainda não viu", avisa o carnavalesco Wagner Santos.

Mancha Verde. Já com o sol nascendo, às 5h30, a Mancha Verde fecha a primeira noite. Seus 3,5 mil componentes levam para a avenida um enredo em homenagem ao candomblé. O ponto alto do desfile deve ser o quinto carro, que mostra como o mundo seria se a humanidade cuidasse melhor do planeta, com 110 crianças e o recém-aposentado goleiro Marcos, ídolo palmeirense.

Tudo o que sabemos sobre:
carnaval 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.