Andre Lessa/AE
Andre Lessa/AE

Quer rir em SP? A turma do Risadaria dá as dicas

A convite do ''Estado'', humoristas do evento que começa hoje elegem locais engraçados

Edison Veiga, Maria Eugênia de Menezes e Paulo Saldaña, O Estado de S.Paulo

24 Março 2011 | 00h00

O Pavilhão da Bienal recebe, a partir de hoje, a segunda edição do Risadaria. Neste ano, o evento se estende por quatro dias e reúne mais de cem apresentações. Na programação, nomes do humor conhecidos do público - alguns deles, a convite do Estado, elegeram os locais mais engraçados da cidade; suas respostas estampam esta página.

Estão previstas ainda duas atrações internacionais: Michael Winslow, comediante que ganhou fama na série cinematográfica Loucademia de Polícia, e Avner, The Excentric, o clown americano Avner Eisenberg, que fez sucesso na Broadway e tornou-se conhecido ao participar do filme A Joia do Nilo, em 1985.

Grande homenageado desta edição, o humorista e apresentador Jô Soares será tema de uma exposição. A mostra multimídia revisita os principais momentos da carreira do artista, destacando sua participação em programas que fizeram história na comédia brasileira. Caso de Família Trapo - que marcou sua estreia nas séries televisivas de humor -, Faça Humor Não Faça Guerra, Planeta dos Homens e Viva o Gordo.

"A técnica e a edição eram diferentes do que se fazia até então", lembra Jô. O comediante acredita, porém, que não estava apenas nas novidades tecnológicas o motivo para o sucesso dos humorísticos. "A criatividade aparecia, sobretudo, no texto. O que conta em qualquer espetáculo desse gênero é a qualidade do humor que se faz."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.