Paulo Liebert/Estadão
Paulo Liebert/Estadão

Quem fizer inspeção em 2013 terá reembolso, diz 'homem forte' de Haddad

Futuro secretário de Governo Antonio Donato (PT) revelou que projeto de lei para acabar com taxa vai chegar à Câmara Municipal no dia 1º de fevereiro

Diego Zanchetta - O Estado de S.Paulo,

28 de dezembro de 2012 | 11h23

O paulistano que pagar pela inspeção veicular em 2013 terá o reembolso da taxa, reajustada ontem pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD) para R$ 47,44. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o futuro secretário de Governo Antonio Donato (PT) revelou que um projeto de lei para acabar com a taxa da inspeção veicular vai chegar à Câmara Municipal no dia 1º de fevereiro.

Donato adiantou que os proprietários de carros com placa de final 1, que terão de passar pela inspeção em fevereiro, vão ter o reembolso da taxa. “A lei vai prever o reembolso de quem já pagou. Nós teremos um mecanismo de reembolso”, revelou o futuro secretário e coordenador da campanha de Haddad. Donato disse ainda que espera rapidez do Legislativo na aprovação da proposta.

“A gente vai ter que permanecer a inspeção nos moldes atuais até a aprovação da proposta . Vamos fazer o debate necessário na Câmara, mas foi um tema também já muito debatido na campanha”, afirmou.  O homem-forte do futuro governo petista ainda argumentou que o orçamento de 2013 também comporta as mudanças no sistema de avaliação dos veículos - o custo para acabar com a taxa da inspeção é estimado em R$ 180 milhões, valor que não consta na previsão de gastos do Executivo para 2013. 

“Vamos também isentar da inspeção os veículos mais novos. Nos países desenvolvidos a inspeção só começa depois de quatro anos. Certamente vamos mudar o que nós chamamos de ‘frota alvo”’, acrescentou o futuro secretário. Ele criticou o modelo em vigor para a inspeção, implementada na capital paulista a partir de 2008. 

“Precisamos estudar todas as possibilidades. Temos mais de 30% da frota que não é licenciada, portanto não passa pela frota. Temos um programa que de fato temos problemas de execução. Se ele for feito de outra maneira, poderemos até dar uma resposta melhor na área do meio ambiente. Os nossos técnicos estão estudando os contratos, a concessão, temos de trabalhar de outra maneira”, falou Donato, também reeleito vereador em outubro - seu suplente será Wadih Mutran (PP).

O secretário afirmou que Haddad não foi informado sobre o reajuste feito por Kassab ontem. “O prefeito não foi informado (Haddad). Na verdade se cumpriu um rito contratual que a atual administração teria de cumprir", comentou. 

Bilhete único - O futuro secretário de governo também adiantou que o Bilhete Único Mensal será implementado a partir do segundo semestre. “O Bilhete único mensal não precisa de aprovação na Câmara. Na verdade temos de mudar os validadores dos veículos, fazer as adaptações tecnológicas necessárias. Acreditamos que em 2013 ainda, no segundo semestre, estará implementado. É nosso objetivo e o prefeito tem perseguido isso.”

Tudo o que sabemos sobre:
Inspeção Veicular2013Haddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.