Queda de mortes continua, mas em ritmo menor

O número de mortes evitadas pela Campanha de Proteção ao Pedestre da Prefeitura diminuiu, segundo o último balanço feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), divulgado ontem. Mas os dados mostram que a campanha continua reduzindo os atropelamentos.

O Estado de S.Paulo

09 Dezembro 2011 | 03h05

Entre 11 de maio e 31 de julho, a CET registrou redução de 66% no número de mortes, em relação a 2010 (de nove casos para três). Mas, entre 11 de maio e 31 de agosto, a redução foi de 41,7% - caiu de 12 casos para sete.

A meta da Campanha de Proteção ao Pedestre, é reduzir entre 40% e 50% o número de atropelamentos na cidade. Os dados de ontem mostram que a redução, pela primeira vez, chegou perto da meta mínima. Técnicos da CET ainda estudam as causas dessa redução e planejam novas ações no começo do ano. / B.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.