Divulgação
Divulgação

Aluna e instrutor morrem em queda de helicóptero em SP

Aeronave decolou do Campo de Marte e caiu em uma área de terra com vegetação no litoral sul; não houve vítimas no solo

Luiz Alexandre Souza Ventura, Especial para o Estado

02 Maio 2016 | 15h12

SANTOS - A queda de um helicóptero operado pela AGD Aviation Escola de Aviação Civil matou uma aluna e um instrutor de voo no começo da tarde desta segunda-feira, 2, em Santos, no litoral sul de São Paulo. As informações foram confirmadas pela empresa. As vítimas morreram carbonizadas e os nomes não foram divulgados.

De acordo com informações da Infraero, a aeronave modelo Robinson 22, prefixo PR-RCA, decolou do Aeroporto Campo de Marte, na zona norte de São Paulo, às 11h23. A Defesa Civil de Cubatão, também no litoral paulista, recebeu o primeiro chamado sobre o acidente às 12h12, por meio da Rede de Emergência do Plano de Auxílio Mútuo (PAM).

Segundo a prefeitura de Cubatão, o helicóptero caiu em uma área de terra com vegetação, nas proximidades do km 260 da Rodovia Dom Domênico Rangoni (SP-55), a aproximadamente 50 metros de uma moradia, em Santos, e a 1.500 metros da comunidade da Mantiqueira, que fica em Cubatão, próximo ao limite entre as duas cidades. Os destroços da aeronave e os dois corpos foram encontrados por uma equipe da Defesa Civil de Cubatão, acompanhada pelo líder comunitário Flávio Augusto, do Núcleo de Defesa Civil da Mantiqueira. De acordo com as autoridades, ninguém que estava em solo ficou ferido.

A AGD Aviation afirma que a manutenção da aeronave está atualizada e que todos os certificados do helicóptero, autorizando sua operação, estão em dia. A empresa pretende publicar uma nota sobre o acidente em sua página na internet. 

A escola disse ainda que os detalhes sobre as causas da queda e informações sobre as investigações estão sob responsabilidade do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), que ainda não se pronunciou sobre o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.