Que vença, enfim, o futebol!

Só um jogão daqueles, amanhã, salvará esta Copa de uma chatice quase total. Nada tão medíocre quanto o futebol praticado na Itália, em 1990, o que de certa forma mostra uma evolução entre o início e o fim da era Dunga, sem deixar de caracterizar um período sofrível até o fim em matéria de craques, de lances inesquecíveis e de apresentações de gala.

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2010 | 00h00

Tirando o polvo, o Mick Jagger, a Jabulani, o frango do goleiro inglês, o gol que só o juiz não viu contra a Alemanha, o finalzinho de Uruguai x Gana e o pisão do Felipe Melo no Robben, sobram os beijos do Maradona no Messi, o sobretudo do Dunga, o belíssimo gol de mão do Luís Fabiano, a gravidez do Cristiano Ronaldo, a sensualidade da namorada do Casillas, os seios da musa paraguaia, a visita da rainha ao vestiário...

Apesar de tudo, entretanto, Espanha e Holanda decidem amanhã a sorte da Copa da África do Sul com boas chances de nos fazer esquecer até da vuvuzela. Do jeito que a rapaziada anda carente de bons espetáculos, 90 minutos de magia no Soccer City bastarão para salvar a reputação do futebol. É por ele, afinal, que a gente precisa torcer na final. Bom jogo a todos!

Símbolo da vitória

O governo da Argentina ainda não se pronunciou sobre a localização em Buenos Aires da estátua que se projeta para Maradona. Isso quer dizer o seguinte: não está de todo afastada a ideia de colocá-lo pelado nas imediações do obelisco do cruzamento das Avenidas 9 de Julho e Corrientes.

Bye, bye África

"Não vou ficar pra botar azeitona na empada de ninguém!"

Lula, justificando sua ausência na final da Copa.

Repescagem da sorte

A torcida holandesa voltou a sorrir! Como Lula decidiu de última hora não assistir à final no Soccer City, talvez aquele polvo vidente queira mudar seu prognóstico favorável à Espanha.

Sem casquinha

Num primeiro exame do fiasco brasileiro na Copa do Mundo, Dunga diagnosticou que "vai ficar uma ferida". Que nojo, né não?

Quem?

Prova maior de que o brasileiro não está mais nem aí pra Copa do Mundo, já tem torcedor por aí chamando a vuvuzela de vuvulani e a Jabulani de Jabuzela.

Vai encarar?

A rainha Sofia ficou de voltar com amigas ao vestiário da Espanha, caso a Fúria sagre-se campeã no Soccer City. É mais um motivo para Xavi, Iniesta & Cia amarelarem na final.

Nada é pra já!

Ricardo Teixeira não vai comemorar seus 21 anos na presidência da CBF. Está juntando um dinheirinho para, em 2014, festejar bodas de prata em grande estilo.

Efeito dominó

Dispensado por sua equipe do GP da Inglaterra, Bruno Senna está considerando a hipótese de mudar de nome. A coisa está feia pro lado dos Brunos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.