Sergio Israel/Divulgação
Sergio Israel/Divulgação

Que tal um cinema na segunda-feira?

Vem a São Paulo a negócios? Quer viajar por sua própria cidade? Eis as dicas desta semana

Daniel Fernandes, São Paulo

25 de janeiro de 2019 | 06h00

Caro leitor,

há algo nas segundas-feiras que desperta nas pessoas a ideia de abstinência. Não sou eu quem diz, é o Luis Fernando Verissimo. E vamos combinar, quem sou eu na fila do pão para discordar do Verissimo? Se ele diz que é, está acabado: é. Aconselho você, fortemente, a deixar de lado o que está fazendo (inclusive a leitura dessa SuperColuna) e ler o texto dele sobre a segunda-feira. É imperdível!

Mas que tal deixar um pouco de lado a abstinência, por assim dizer, e escolher um programa diferente para o início da semana: ir ao cinema!. 

Se você acabou de chegar na cidade para trabalhar ou fechar algum negócio, então, cinema é a escolha certa. Garanto que você não vai se arrepender. Mas é preciso seguir uma regra, vamos combinar assim? Quem sou eu para dar conselhos a você, mas se fosse eu o leitor, optaria por um cinema não convencional para conhecer em São Paulo. Quer ver como pode ser legal?

A Cinesala, por exemplo, tem uma proposta diferente. É quase como um cineclube. São duas salas apenas e a seleção dos filmes é caprichada. Pode acreditar. Recentemente, estava em cartaz o ótimo ‘Assunto de Família’ - filme atualíssimo, aliás. No link anterior você consegue conferir o trailer. E uma curiosidade sobre a Cinesala é que um dos sócios é o ex-jogador Raí

Mas o mais legal sobre a Cinesala é que o local abriga um bar. Isso mesmo: que tal trocar a pipoca por um negroni? Aqui, vale a pena mencionar duas dicas ao estimado leitor. O Paladar vez uma ótima matéria sobre o bar, que você pode ler aqui antes de sair de casa, e o Gilberto Amendola, que sabe tudo sobre drinques, vai te ajudar se o caso for abandonar por completo a abstinência às segundas-feiras. Afinal, quem mais te mostraria o passo a passo para começar um bar em casa.

Outra boa pedida - na segunda-feira ou qualquer outro dia da semana - é assistir um filminho no cinema que funciona na rua Augusta, quase esquina com a Paulista. 

Rola uma seleção do que será exibido, mas minha sugestão é ‘casar’ o passeio para experimentar o beirute do Frevo - eu e muita gente vai chamar o restaurante de Frevinho. O cardápio tem ótimas sugestões, mas o beirute é imperdível. E uma dica: todo mundo vai te sugerir o de rosbife, mas vai por mim, seja ousado, e arrisque o beirute à parmegiana. 

Garanto que você não vai se arrepender. Faz tempo já, mas essa matéria do Paladar dá bem a medida da importância do Frevinho.

Mas ainda assim, se o seu caso for seguir o caminho comum e ficar em casa, isso não significa que tudo precisa ser chato e tedioso. Veja um filme em casa. Também vale a pena. Uma boa saída é escolher qualquer obra de John Hughes. Ele escreveu 46 filmes, produziu 23 e dirigiu 8. Entre eles, ‘Clube dos Cinco’ - o nome em inglês é muito melhor (The Breakfast Club) - e ‘Curtindo a Vida Adoidado’. E já que você estará em casa, que tal fazer uma pipoca toda especial. Sugiro a você, antes de escolher o filme, conferir um especial muito bacana sobre John Hughes. E já que você vai estar emcasa, vale fazer uma pipoca especial também. E, mais uma vez, o Paladar pode te ajudar com essas receitas bem diferentes.

Crie um hábito 1 - Antes de sair de casa, para qualquer sessão de cinema, você pode conferir nosso Guia de Cinema. Ele é atualizado toda quinta-feira pela manhã. E traz o roteiro completo de filmes e salas.

Crie um hábito 2 - E talvez você nunca tenha escutado o Cine Drops, da Marina Person. Eu adoro, de paixão, o filme dela que se chama ‘Califórnia’, objeto de uma ótima resenha publicada no ‘Estadão’. Mas o seu Cine Drops vale cada segundo também. Deixo vocês com o programa que falava sobre o filme 120 Batimentos Por Minuto, que calhou de eu assistir, apenas, recentemente durante um voo - e passar aquela vergonha básica chorando ao lado de pessoas totalmente desconhecidas….

Até breve

Ah, eu sei, eu sei... você deve estar se perguntando: mas uma coluna sobre São Paulo não vai falar nada sobre o aniversário da cidade? A resposta: já falamos sobre isso, no lançamento dessa SuperColuna. Vale a pena conferir.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.