Google Street View
Google Street View

Quatro suspeitos são mortos pela Rota na zona sul de São Paulo

Segundo a SSP, homens roubaram um carro e atiraram contra os agentes após perseguição; PMs teriam revidado

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2019 | 06h30

SÃO PAULO - Quatro suspeitos de sequestrar um motorista e tentar roubar um carro foram mortos em uma troca de tiros com policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) no Campo Grande, zona sul de São Paulo, na noite de quarta-feira, 4. Nenhum agente ficou ferido.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, os policiais da Rota foram acionados, por volta das 20 horas, para atender uma ocorrência de roubo de automóvel na Estrada da Servidão.

Os agentes perseguiram o veículo - um Fiat Fiorino branco - até que ele parasse. De acordo com a versão da Rota, os quatro suspeitos saíram da caminhonete e atiraram contra os policiais, que revidaram. 

O quarteto foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 

A vítima que teve o carro roubado permaneceu dentro do veículo durante o tiroteio e foi resgatado ileso. O técnico de manutenção, de 31 anos, afirmou que realizou uma compra pela internet e foi ao local para retirar o produto, quando foi rendido pelos quatro homens.

As armas dos policiais e dos suspeitos foram encaminhadas para perícia. O veículo da vítima foi periciado e devolvido.  Foram solicitados exames ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML).

O caso foi registrado como tentativa de roubo de veículo, resistência e morte decorrente de intervenção policial, no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga os fatos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.