Deic/Divulgação
Deic/Divulgação

Quatro são presos após assalto a residência e tiroteio na Vila Madalena

Carro utilizado pela quadrilha já era conhecido de outros roubos na região segundo a polícia

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

26 Outubro 2011 | 03h51

SÃO PAULO - Quatro bandidos que haviam acabado de deixar uma residência por eles invadida, na Rua Turi, na Vila Madalena, região de Pinheiros, zona oeste da capital paulista, foram presos por policiais civis do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) nesta terça-feira, 25.

 

O carro utilizado pela quadrilha, um Honda Fit prata, já era conhecido pelos policiais e foi com ele que a quadrilha tentou fugir. O quarteto entrou na casa após dominar a empregada, que abriu o portão para deixar o lixo. Ela e o dono do imóvel, um vendedor autônomo, de 32 anos, foram dominados. O grupo chegou a recolher aparelhos eletroeletrônicos, alimentos importados e bebidas alcoólicas.

 

Ao se abordado pelos policiais, um dos assaltantes atirou. No revide dos agentes, um disparo acertou o ajudante Anderson Rodrigues de Mendonça, de 28 anos. Ele portava uma pistola calibre 7,65. Um dos investigadores quebrou a perna ao pisar num buraco quando tentava se abrigar durante o confronto.

 

Os outros três bandidos se renderam. Os policiais prenderam os ajudantes Felipe Alves Evangelista, de 20 anos, Shawan Jesus de Oliveira, 21, Gladson Hudson da Silva, 25, procurado pela justiça por roubo. Apenas Evangelista não apresentava passagem pela Polícia.

 

Os policiais encontraram no interior do Fit um revólver calibre 38 e objetos retirados da casa. A equipe constatou que o veículo tinha queixa de roubo, ocorrido no Morumbi, zona sul. Os presos foram autuados por roubo, receptação, porte de arma, resistência e formação de quadrilha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.