Quatro policiais têm prisão decretada por suspeita de colaborar com tráfico em SP

Três procurados já foram presos e um segue foragido; eles atuavam em Sorocaba, no interior do Estado, e teriam feito acordo para não deter traficantes

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

11 Dezembro 2013 | 13h34

SOROCABA - Quatro policiais civis tiveram as prisões decretadas nesta quarta-feira, 11, pela Justiça por suspeita de receber propina para não prender acusados de tráfico de drogas, em Sorocaba, no interior de São Paulo. Três deles já estão presos na sede do Grupo de Ação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual na cidade. O quarto policial continua sendo procurado.

As prisões são decorrentes de uma operação feita nessa terça, 10, em conjunto entre o Gaeco e a Polícia Militar, que resultou na prisão de 21 pessoas ligadas à organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Os presos comandavam uma rede de tráfico em Sorocaba e cidades da região. Empresas de estacionamento serviam de fachada para o crime. Os policiais, que não tiveram os nomes divulgados, são acusados de corrupção passiva, prevaricação e outros crimes.

Mais conteúdo sobre:
sorocabapoliciaistráfico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.