Quatro policiais são presos sob suspeita de executar adolescente

PMs são acusados de simular um confronto e matar jovem de 16 anos na Cidade A.E. Carvalho, na zona leste de São Paulo

William Cardoso, O Estado de S. Paulo

16 Janeiro 2013 | 13h54

SÃO PAULO - Quatro policiais militares foram presos na segunda-feira, 14, acusados de simular um confronto e matar um adolescente, de 16 anos, na Cidade A.E. Carvalho, na zona leste de São Paulo. As investigações são conduzidas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e pela Corregedoria da PM.

As apurações preliminares apontam que o sargento Carlos Alberto Ferreira da Silva e os soldados Washington José Custódio, Alex Silva Alves e Amauri Azevedo Goulart mataram o adolescente na Rua Rock Estrela, por volta da 0h30 de domingo, 13. O rapaz teria participado do roubo a uma residência com a ajuda de outro homem, maior de idade, que conseguiu escapar.

Os policiais foram presos em flagrante porque teriam assassinado o adolescente mesmo depois de apreendê-lo.
Segundo a PM, as armas dos policiais e uma pistola que estaria com o adolescente foram apreendidas e encaminhadas para perícia.

Os policiais estão detidos no Presídio Militar Romão Gomes. A polícia não informou se eles têm advogado.
A Secretaria da Segurança Pública e a Polícia Militar informaram que “não toleram crimes nem desvios de agentes de estado e que, em todos os casos em que ocorrer algum tipo de desvio, os fatos serão rigorosamente apurados, para aplicação das medidas legais cabíveis”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.