Quatro perguntas para...

Adriano Assi

O Estado de S.Paulo

05 de setembro de 2012 | 03h05

1. De onde veio a ideia de realizar uma feira como a Expolixo?

Nos últimos sete anos, promovemos a Expo Sucata e notamos que o mercado do lixo está muito "na moda". De Rio +20 a novela das oito, só se fala nisso. Por isso, criamos a Feira Internacional de Negócios do Mercado de Limpeza Pública, Resíduos Urbanos e Industriais.

2. E qual a ideia desse evento?

Apresentar ferramentas para colocar a Política Nacional de Resíduos Sólidos em prática, como veículos, implementos rodoviários, trituradores, lixeiras e varredeiras. Haverá soluções que podem ser aproveitadas pelo poder público, como dois novos fabricantes de caminhões de coleta de lixo, além de máquinas compactadoras. Trata-se de uma espécie de escavadeira gigante que passeia sobre o lixo e o manuseia para aumentar a vida útil do aterro.

3. Qual o produto mais curioso que estará na feira?

Um dos expositores vai apresentar uma tecnologia que usa raios infravermelho para triagem de materiais diferentes como papéis, plástico, vidro e papelão, entre outros.

4. Até quando vai o evento? Qual o público esperado?

São mais de 80 expositores e 3,2 mil visitantes esperados. A Expolixo vai ser realizada no Centro de Exposição Imigrantes, entre os dias 11 e 13, das 13 às 20h. /CAMILA BRUNELLI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.