Quatro perguntas para...

Soraia Tandel

Nataly Costa, O Estado de S.Paulo

25 Maio 2011 | 00h00

DIRETORA DO ESCRITÓRIO DE IMIGRAÇÃO DE QUEBEC EM SÃO PAULO

1. O número de paulistas que migram para Quebec está aumentando?

De 2008 a 2010, a imigração de brasileiros aumentou 35%. Só ano passado, cerca de 1,2 mil obtiveram o CSQ (Certificado de Seleção de Quebec). São Paulo concentra a maior parte dos candidatos, cerca de 50%.

2. Como é a seleção?

Os principais critérios são escolaridade, área de estudo, experiência profissional, conhecimento de francês e idade. O candidato envia os documentos listados em www.imigracao-quebec.ca e é entrevistado por um representante do governo de Quebec. Se selecionado, recebe o CSQ e dá entrada no pedido de visto de residente permanente. Isso leva de 12 a 18 meses.

3.Qual o perfil buscado nos imigrantes?

Ter até 35 anos e diplomas - de tecnólogo ou universitário - em áreas de Enfermagem, Química ou Estatística oferecem mais chances. Casais com filhos são especialmente bem-vindos. Toda a família imigrante recebe visto permanente e tem os mesmos direitos dos canadenses, exceto votar e ter passaporte.

4. Que atrativos Quebec oferece para o imigrante?

O mercado oferece a possibilidade de atuar na área de formação com bons salários. Estimativas projetam 313 mil novas vagas de trabalho até 2017. Os quebequenses, assim como os brasileiros, são muito abertos aos imigrantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.