Quatro morrem em confrontos com a PM na capital e na Grande SP

Nos três supostos tiroteios os suspeitos ocupavam veículo roubado, segundo a PM

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

03 Julho 2012 | 05h59

SÃO PAULO - Três tiroteios, entre o final da noite de segunda-feira, 2, e a 0h30 desta terça-feira, 3, entre policiais militares e suspeitos ocupando veículos roubados, deixaram um saldo de quatro mortos e um adolescente apreendido na capital e na Grande São Paulo. Os supostos confrontos serão investigados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

O primeiro ocorreu às 22h15 na Rua José Antonio de Souza, no Jardim Silvina, em São Bernardo do Campo, no ABC. Um rapaz que estava ao volante de um carro roubado, placas EUQ 4356, foi abordado por policiais militares do 40º Batalhão e, após ser perseguido e alcançado, teria atirado contra a PM. No revide, Danilo Raminelli dos Santos, armado com um revólver calibre 38, foi baleado e morreu no pronto-socorro central de São Bernardo. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial da cidade pelo delegado André Santos.

 

Eram 23 horas quando, na Rua Tomás Justino Rodrigues, no Jardim Iporanga, região do Grajaú, na zona sul da capital, PMs trocaram tiros com um de dois ocupantes de um Corsa verde, placas CJJ 3313, também roubado. Um dos dois suspeitos, segundo a polícia, adolescente, não resistiu à abordagem e foi apreendido. Já o comparsa dele, ainda não identificado, teria atirado e morreu baleado, mesmo sendo atendido no pronto-socorro do Grajaú. O caso foi registrado no 85º Distrito Policial, do Jardim Mirna, pelo delegado Wendel Luís Pinto de Souza.

 

Uma hora e meia depois, na esquina das avenidas Sapopemba e Satélite, na zona leste de São Paulo, dois ocupantes de um Fiat Pálio vermelho, placas CKN 9727, roubado de um casal, teriam enfrentando policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (ROTA), que os perseguiam, após baterem atrás de um micro-ônibus. Os dois suspeitos, não identificados, morreram no pronto-socorro do Sapopemba. O caso foi registrado no 49º Distrito Policial, de São Mateus, pela delegada Flávia da Silva Rocha.

Mais conteúdo sobre:
Tiroteio ROTA confronto criminalidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.