Quatro acidentes prejudicam trânsito na capital paulista

Trecho de maior lentidão estava nas avenidas Bernardino de Campos, Domingos de Moraes e Jabaquara

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

17 de agosto de 2007 | 14h44

O motorista que trafegava pelas principais vias da capital paulista na tarde desta sexta-feira, 17, enfrentava trânsito carregado, por conta do excesso de veículos e quatro acidentes que aconteceram quase simultaneamente e deixaram pelo menos um morto e dois feridos.   Às 14 horas, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou 61 quilômetros de congestionamento em toda a cidade. O número indica que 7,4% dos 818 quilômetros de via monitoradas estavam congestionados.   De acordo com a CET, uma pessoa morreu após uma colisão entre uma van e uma moto na Rua Coronel Eduardo Lejeune, junto à Avenida Professor Edgar Santos. O acidente aconteceu às 12h45 e os veículos ocupavam a faixa de passeio e o cruzamento da via.   Um engavetamento envolvendo um ônibus, um carro e uma moto deixou pelo menos um ferido na Marginal do Tietê, sentido Penha-Lapa, próximo à Ponte das Bandeiras. Segundo a CET, os veículos ocupavam a faixa central e as duas faixas da esquerda.   Também por volta das 12h45, um caminhão derrubou vigas de concreto na Rua Manuel Quirino de Mattos, altura do número 1.183, que ficou totalmente bloqueada nos dois sentidos. No mesmo horário, uma pessoa ficou ferida após ser atropelada por uma motocicleta na Avenida Sumaré, altura do número 1.271, sentido bairro. O acidente ocupava a faixa exclusivo de moto.   Às 14 horas, o trecho que concentrava maior lentidão estava no corredor formado pelas avenidas Bernardino de Campos, Domingos de Moraes e Jabaquara, sentido centro, onde o engarrafamento era de 3 quilômetros, desde a Rua Diogo de Faria até a Avenida Paulista.   Na pista expressa da Marginal do Tietê, sentido Penha-Lapa, a lentidão era de 2,3 quilômetros, entre as avenidas Otto Baumgart e Professor General Milton Rodrigues.   Ainda neste sentido da Marginal do Tietê, mas pela via local, a morosidade também era de 2,3 quilômetros, desde a Rua da Coroa até a Avenida Professor General Milton Rodrigues.  

Tudo o que sabemos sobre:
trânsitoacidentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.