Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

1,9 milhão de carros devem deixar São Paulo no Carnaval

Nos três terminais rodoviários, são esperadas 760 mil pessoas

O Estado de S.Paulo

09 Fevereiro 2018 | 06h26

SÃO PAULO - Cerca de 1,9 milhão de veículos devem deixar a capital paulista no feriado de Carnaval, entre o início da tarde de sexta-feira, 9, quando o trânsito começa a aumentar, até o meio-dia da Quarta-Feira de Cinzas, 14, segundo estimativas da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Para facilitar o fluxo de carros, o rodízio de veículos será suspenso nos dias 12, 13 e 14 de fevereiro. 

+ 6,4 milhões de carros circularão pelas rodovias paulistas no carnaval

A previsão é de que 6,4 milhões de carros circulem nas principais vias que cruzam a região metropolitana de São Paulo entre sexta e quarta-feira. São 2,7 milhões de veículos apenas nas rodovias estaduais concedidas. Outros 1,2 milhão circulam em vias administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e 2,5 milhões nas rodovias federais. 

Os horários de maior movimento na saída do paulistano devem ser na sexta-feira, das 15 às 19h, e no sábado, das 9 às 13h. O retorno terá pico das 12h às 20h de terça-feira, das 10h às 18h de quarta-feira e no início da manhã de quinta-feira. 

+ Veja festas de carnaval e outras dicas de baladas para o feriado prolongado

O motorista que viaja para o interior do Estado encontrará trânsito intenso, de aproximadamente 960 mil veículos, segundo a concessionária CCR Autoban. Para as estradas que levam ao litoral paulista (Sistema Anchieta-Imigrantes), são esperados entre 300 e 500 mil automóveis. 

+ Confira os blocos para curtir a folia em São Paulo

Nas rodoviárias, cerca de 760 mil pessoas devem passar pelos terminais Tietê, Barra Funda e Jabaquara. Os destinos mais procurados por quem usa ônibus são Rio de Janeiro, Florianópolis e Belo Horizonte. Serão disponibilizados 1.763 ônibus extras.

Atenção. A Polícia Rodoviária de São Paulo levará 300 bafômetros para fiscalizar a lei seca nas estradas - a multa é de R$ 1,9 mil, podendo haver apreensão do veículo, retenção da carteira de habilitação por 12 meses e processo passível de prisão. Será empregado um efetivo diário de 1,4 mil policiais em 526 viaturas, das quais 70 equipadas com radares portáteis. / Com informações da Agência Brasil

Mais conteúdo sobre:
carnavalSão Paulo [cidade SP]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.