Quarteto suspeito de agir nos Jardins e no Morumbi é detido pela PM

Grupo ocupava um Santana preto e foi parado pela PM na Avenida Rebouças

Ricardo Valota e Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

30 de novembro de 2011 | 03h12

SÃO PAULO - Quatro jovens, entre eles um adolescente de 17 anos, suspeitos de praticarem assaltos nos Jardins e no Morumbi, na zona sul da capital paulista, foram detidos, no final da noite de terça-feira, 29, após, em um Santana preto, placas CPW 6543/SP, passarem várias vezes pela Rua Dona Elisa Pereira de Barros, no Jardim Paulistano. Desconfiada, uma testemunha ligou para o 190.

 

Às 23h15, policiais militares da 3ª Companhia do 23º Batalhão localizaram o carro, que não tem queixa de roubo ou furto, e pararam o veículo na altura do nº 3.500 da Avenida Rebouças. Com o condutor do Santana, os policiais apreenderam uma pistola calibre 45 municiada. O quarteto alegou que havia passeado no shopping e que apenas circulava pela região, mas os policiais desconfiam de que a intenção dos suspeitos era surpreender alguma vítima chegando ou deixando a residência. Um Volkswagen Tiguan preto, cuja placa não foi anotada, segundo os PMs estaria acompanhando o Santana, mas não foi localizado pelas viaturas.

 

Até as 3 horas desta madrugada de quarta-feira, 30, o boletim de ocorrência não havia sido finalizado no 14º Distrito Policial, de Pinheiros. A expectativa era de que apenas o rapaz com quem a pistola foi encontrada ficaria preso por porte ilegal de arma. O adolescente já tem passagem pela Fundação Casa (antiga Febem) por furto. Juntando os dados do histórico criminal dos quatro detidos, há também passagens por roubo, tráfico e receptação. O veículo parado pelos policiais é suspeito de ser o mesmo que, no dia 2 de outubro deste ano, foi utilizado por bandidos em um assalto na região do Palácio do Governo, no Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.