Quarteto preso após invadir residência na Vila Romana

Assaltantes trancaram vítimas no banheiro e elas conseguiram ligar para a polícia pelo celular

Ricardo Valota e Paulo Maciel, estadão.com.br

26 Março 2009 | 05h02

Quatro assaltantes, entre eles dois adolescentes, ambos de 17 anos, foram detidos, às 20h15 de quarta-feira, 25, no momento em que mantinham reféns três pessoas em uma residência invadida pela quadrilha na Vila Romana, região da Lapa, zona oeste da capital paulista. Um quinto bandido conseguiu escapar.

 

Armados com um revólver calibre 32, Tiago Pedro da Silva, 20 anos, Jaelson José da Silva, 18, e os demais criminosos renderam o proprietário da casa, D.G., 24, que chegava em seu Fusca com a empregada. Ao descerem do carro as vítimas foram dominadas e obrigadas a abrir a residência. A avó de Danilo, que estava dentro do sobrado, também foi rendida.

 

Antes de trancar os reféns no banheiro, os assaltantes tomaram alguns objetos das vítimas e ainda revistaram o rapaz, mas não localizaram o celular que ele carregava. De dentro do banheiro, D. ligou para o 190 e acionou a PM. Policiais militares cercaram o imóvel e tiveram apoio do helicóptero Águia.

 

Tiago, que portava o revólver, Jaelson e os dois adolescentes foram detidos quando escalavam os telhados das casas vizinhas. O outro criminoso fugiu. Com eles, os policiais recuperaram R$ 414,00, celulares, relógios e joias - num valor de R$ 9 mil, segundo as vítimas. Segundo os PMs, um dos adolescentes já tem 3 passagens, todas por roubo, pela Fundação Casa (antiga Febem).

 

Um dos criminosos, quando foi detido, já vestia roupas e calçava um par de tênis do proprietário do imóvel. O quarteto foi encaminhado ao 07º Distrito Policial da Lapa. Até o término deste texto, o boletim de ocorrência não havia sido encerrado, mas, segundo os policiais, Tiago e Jaelson poderão ser indiciados por tentativa de roubo, formação de quadrilha e corrupção de menores.

Mais conteúdo sobre:
Vila Romanaassaltoinvasão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.