'Qualquer pessoa pode jogar: baixo, magro ou gordo'

O estudante de Medicina Américo Barbosa, de 21 anos, conheceu a bola oval em Portugal, numa viagem, e começou a praticar no campo do Parque Esportivo. "Eu era moleque e ficava aqui, jogando sozinho ou com meu irmão." Nascido no bairro e amante de rúgbi há dez anos, o estudante está criando o Tatuapé Rugby - o primeiro time do local. "Nos três primeiros dias de treinos já conseguimos 12 pessoas, muitas que nunca tiverem contato", diz. "A gente começa a jogar e aparecem mais curiosos. Uma hora, eles se juntam a nós. Qualquer pessoa pode jogar: baixo, magro ou gordo. É tudo muito técnico", diz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.