Quadrilha sequestrava a família dos gerentes

Três homens suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em sequestrar gerentes de banco para roubar as agências foram presos anteontem por policiais de Mauá, no ABC paulista. Eles já foram identificados como responsáveis por pelo menos cinco casos. Durante os sequestros, as famílias dos gerentes eram feitas reféns. Em um dos casos, o gerente foi abordado ao chegar em casa e obrigado a ir até a agência, enquanto a mulher, a filha e o cunhado permaneciam sob poder da quadrilha. Foram levados R$ 55 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.