Quadrilha faz arrastão em prédio de Mogi das Cruzes

Sistema de monitoramento por câmeras do edifício também acabou sendo levado pelos ladrões

Ricardo Valota e Daniela do Canto, da Central de Notícias,

28 Maio 2009 | 04h22

Armado de metralhadoras, fuzis e pistolas, um grupo, formado por dez a 12 ladrões, invadiu, no início da noite desta quarta-feira, 27, o Condomínio Edifício Firenze, localizado na altura do nº 431 da Avenida Aurora Ariza Meloni, na Vila Oliveira, bairro de classe média da cidade de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo.

 

Dois integrantes do bando entraram no prédio e abriram caminho para os demais assaltantes, após render um dos moradores que chegava ao edifício. Segundo a Polícia Civil, 20 apartamentos foram invadidos pelo grupo, que permaneceu no edifício até as 21h30, fugindo em vários veículos, entre eles um Gol e um Honda Civic.

 

Dos apartamentos foram levados joias, dinheiro e aparelhos de celular. Como estavam de rostos à mostra, os criminosos resolveram levar também o computador do sistema de monitoramento por câmeras, para que a polícia não tenha acesso às imagens do assalto, que estavam sendo gravadas.

 

PMs do 17º Batalhão foram acionados logo após a quadrilha deixar o prédio, mas, até as 2 horas desta quinta-feira, 28, não havia nenhuma pista dos fugitivos. Nenhum morador foi ferido durante a ação e o caso está sendo registrado no 1º Distrito Policial da cidade.

Mais conteúdo sobre:
arrastãocondomínio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.