Quadrilha faz arrastão em prédio de luxo na zona sul de SP

Vinte e sete moradores, sendo cinco crianças e dois funcionários, foram feitos reféns; ladrões levaram dinheiro, joias e objetos pessoais

Bruno Lupion, do estadão.com.br,

17 de agosto de 2010 | 06h27

 

SÃO PAULO - Uma quadrilha de cerca de dez assaltantes realizou um arrastão em um prédio de luxo no Campo Belo, zona sul de São Paulo, na noite de segunda-feira, 16. Vinte e sete moradores, sendo cinco crianças e dois funcionários, foram feitos reféns na sala de ginástica e ameaçados. Os ladrões entraram em sete dos 16 apartamentos - todos duplex - e roubaram dinheiro, joias e objetos pessoais.

 

Segundo a polícia, dois criminosos danificaram a cerca elétrica do edifício por volta das 19h30, pularam o muro, renderam o porteiro e o segurança e abriram o portão para os demais comparsas. Moradores que deixavam seus apartamentos e os que chegavam ao prédio eram rendidos pela quadrilha e colocados na sala de ginástica.

 

O grupo demonstrava conhecer detalhes dos habitantes e fugiu cerca de duas horas depois, levando o computador que registra as imagens do circuito interno de segurança. Eles concentraram a ação em valores de fácil transporte e não roubaram eletroeletrônicos dos apartamentos.

 

A polícia chegou ao local após o término da ação e até a manhã desta terça-feira, 17, ninguém havia sido preso. O crime foi registrado no 27º Distrito Policial, do Campo Belo.

Tudo o que sabemos sobre:
São PauloarrastãoprédioCampo Belo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.