Quadrilha faz 30 reféns em Sorocaba e explode caixas eletrônicos

Encapuzados e armados, os criminosos usaram dinamite na ação; quantia divulgada não foi roubada e ninguém foi preso até agora

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

08 Maio 2015 | 16h26

SOROCABA - Cinco homens armados com fuzis invadiram os escritórios de uma empresa de ônibus e renderam os funcionários para explodir dois caixas bancários automáticos, na madrugada desta sexta-feira, 8, em

Sorocaba, interior de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, havia cerca de 30 pessoas no interior da empresa quando os bandidos anunciaram o assalto.

Os criminosos, que estavam encapuzados, usaram dinamite para estourar os caixas. Os equipamentos foram destruídos e parte das instalações ficaram danificadas com as explosões. Ninguém ficou ferido. Os bandidos recolheram o dinheiro e fugiram usando um carro. A quantia roubada não foi divulgada. Até a tarde, ninguém tinha sido preso.

A empresa, localizada na zona sul, atua no transporte coletivo de Sorocaba. Foi o segundo ataque com explosivos a caixas automáticos na cidade em menos de uma semana. No domingo, 3, os criminosos invadiram uma indústria, na zona norte da cidade, renderam o vigia e explodiram um caixa, fugindo com o dinheiro.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.