Cedida
Cedida

Quadrilha explode prédio de única agência bancária em Pereiras (SP)

Criminosos fizeram disparos a esmo para intimidar os moradores e a polícia. O bando fugiu levando o dinheiro e até o início da manhã nenhum suspeito tinha sido detido

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

20 Agosto 2018 | 09h27

SOROCABA – Uma quadrilha usou explosivos para assaltar uma agência do Banco do Brasil, na madrugada desta segunda-feira, 20, em Pereiras, interior de São Paulo. A força da explosão assustou os moradores da cidade de 7,4 mil habitantes e destruiu o prédio. Os criminosos fizeram disparos a esmo para intimidar os moradores e a polícia. O bando fugiu levando o dinheiro e até o início da manhã nenhum suspeito tinha sido detido. O valor levado pelos ladrões não foi informado.

A agência fica na Praça Coronel Machado, a principal da cidade, e será interditada. Com isso, os moradores terão à disposição, para serviços bancários, apenas um posto de serviço do Bradesco – a agência desse banco foi desativada após três ataques com explosivos. Já a mesma agência do Banco do Brasil tinha sido alvo de ladrões com explosivos em junho de 2016. Na época, a explosão danificou severamente o prédio, que ficou interditado durante três meses.

O banco federal em Pereiras era usado também pelos moradores de Conchas, cidade vizinha, que teve sua agência do Banco do Brasil explodida durante assalto, no último dia 9. Em julho, tinha sido atacada com explosivos a agência do BB em Laranjal Paulista, outra cidade vizinha. No último dia 15, uma agência também do Banco do Brasil foi estourada por uma quadrilha em Elias Fausto, região de Piracicaba.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública (SSP), os roubos a banco, incluindo ataques com explosivos, diminuíram este ano no Estado em comparação com o ano passado. Até junho, foram registradas 31 ações, contra 57 do mesmo período de 2017.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.