Quadrilha explode agência, assalta lotérica e incendeia caminhão no interior de SP

Criminosos conseguiram fugir; crimes ocorreram na cidade de Bofete, de 9,3 mil habitantes

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

14 de junho de 2017 | 18h39

SOROCABA - Um bando armado explodiu uma agência bancária e arrombou uma lotérica para roubar o cofre, na madrugada desta quarta-feira, 14, em Bofete, cidade de 9,3 mil habitantes, no interior de São Paulo. Na fuga, os criminosos saíram atirando em todas as direções, renderam o motorista e atearam fogo a uma carreta, que foi atravessada na rodovia para dificultar a perseguição. Moradores que participavam do velório do dono da lotérica assaltada, falecido no dia anterior, ficaram em pânico.

De acordo com testemunhas, os criminosos invadiram a cidade em uma caminhoneta branca e em quatro carros. Depois de explodir os caixas eletrônicos da agência do banco Santander, o bando arrombou a lotérica e carregou o cofre no veículo. Pessoas que estavam no velório do dono do estabelecimento, Raimundo Castro, que morreu de enfarte no dia anterior, saíram à rua e foram afugentadas a tiros. Os bandidos dispararam também em direção à unidade da Polícia Militar.

Na saída da cidade, eles renderam o motorista de uma carreta e o escoltaram até a rodovia Camilo Príncipe Martins (SP-141), obrigando a atravessar o veículo na pista. Os criminosos, que estavam armados com fuzis, usaram um galão com gasolina para por fogo na carreta. A rodovia ficou interditada durante duas horas. Os criminosos fugiram e, até o início da tarde, nenhum suspeito tinha sido preso.

De acordo com a Polícia Civil, a quadrilha não conseguiu ter acesso ao dinheiro do cofre e dos caixas explodidos na agência, mas o prédio ficou destruído. A mesma agência havia sido assaltada em maio deste ano. A quantia roubada da lotérica não foi informada.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.