Quadrilha é presa após assaltar joalheria em Itanhaém, litoral sul de SP

Foram detidos seis homens e uma mulher; grupo se dividiu na fuga, mas todos foram localizados

estadão.com.br,

16 de junho de 2012 | 02h01

SÃO PAULO - Uma quadrilha composta por pelo menos seis homens e uma mulher foi presa, nesta sexta-feira, 16, por policiais militares da 2ª Companhia do 29º Batalhão do Interior (BPM/I) após assaltar a joalheria Pepita, localizada na altura do nº 193 da Rua João Mariano, no centro de Itanhaém, litoral sul paulista.

 

Parte do grupo foi presa em um Fiat Pálio preto, utilizado no assalto, após fugir em direção à Rodovia Padre Manoel da Nóbrega. Os outros criminosos, também em um veículo de passeio, foram encontrados pelos policiais no bairro Suarão através de informações passadas pelos assaltantes já detidos.

 

Os objetos que estavam com os bandidos e que foram recuperados pelos policiais são: 16 anéis prateados, 41 anéis dourados, 16 relógios da marca Oriente, oito relógios da marca Lince, sete brincos, uma gargantilha, três aparelhos celulares, uma pulseira e R$ 393,36. O flagrante foi registrado no 1º Distrito Policial da cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.