Quadrilha aborta ação em banco após incendiar caixa eletrônico em Perdizes

Grupo abandou no local as ferramentas utilizada no ataque, dentro de uma agência do BB

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

02 Novembro 2011 | 05h16

SÃO PAULO - Ao perderem o controle das chamas no corte de um caixa eletrônico, por volta da 1 hora desta madrugada de quarta-feira, 2, criminosos resolveram abortar a ação e deixar para trás todo o equipamento com o qual tentavam arrombar uma das máquinas instaladas no hall de entrada de uma agência do Banco do Brasil localizada na altura do nº 1.456 da Rua Turiaçu, em Perdizes, na zona oeste de São Paulo.

 

Os bombeiros foram acionados para conter incêndio no caixa e enviaram para o local três equipes. Lá, policiais militares do batalhão de área descobriram que o terminal havia sido alvo de bandidos, que fugiram, abandonando maçarico, botijão de gás e outras ferramentas. O fogo foi extinto. Uma testemunha afirmou ter visto a quadrilha deixando o banco e fugindo em dois veículos de passeio e uma moto. Os policiais realizaram buscas, mas nenhum suspeito foi detido na região. A ocorrência foi registrada no 7º Distrito Policial, da Lapa.

 

Ataques. Desde janeiro deste ano, a reportagem do estadão.com.br apurou pelo menos 118 casos de ataques a caixas eletrônicos na Região Metropolitana de São Paulo. Na capital foram 53 casos, contra 63 nos municípios que compõem a Grande São Paulo. Esse é o primeiro ataque registrado em novembro. Foram cinco casos do tipo em outubro. O pico de ocorrências se deu em maio, com 31 ações, várias delas articuladas por policiais militares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.