Público desaprova saída dos urubus da Bienal

POLÊMICA

, O Estado de S.Paulo

09 de outubro de 2010 | 00h00

Parte do público que visitou ontem a Bienal de São Paulo ficou decepcionada com a saída dos três urubus da instalação Bandeira Branca, de Nuno Ramos. Para eles, a obra ficou sem vida. As aves foram removidas anteontem por determinação da Justiça. Amanhã, a Fundação Bienal deve decidir com o artista se o que restou da obra ficará na mostra. "O Ibama desautorizou o próprio Ibama, que havia dado a licença e depois cancelou", disse o curador da Bienal, Agnaldo Farias. Mas ele não considera a decisão da Justiça censura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.