Protestos e história afro-brasileira são cobrados

Atualidades foram a tônica nas questões da Fuvest, segundo os professores dos cursinhos pré-vestibulares. Na prova de Inglês, a pergunta considerada mais difícil discutia manifestações sociais no Brasil e no mundo, com base em um texto da revista britânica The Economist. "Também havia questões sobre o tufão das Filipinas em Geografia, em que se vê claramente a cobrança de atualidades", diz a coordenadora do Cursinho Objetivo, Vera Antunes.

Bárbara Ferreira Santos, Victor Vieira, Carina Bacelar, Júlia Affonso e Lorena Tabosa, Especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

25 Novembro 2013 | 02h10

A exemplo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), feito em outubro, e das provas da Fuvest dos anos anteriores, itens sobre história afro-brasileira, como tráfico negreiro e a relação entre Igreja Católica e escravidão, foram tratados. "Esse tema já é tradicional na Fuvest", explica o coordenador pedagógico do cursinho Oficina do Estudante, Célio Tasinafo. "A prova também tem o melhor modelo interdisciplinar", elogia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.