Protestos de camelôs acabam com 1 preso e 5 feridos em SP

Manifestação ocorreu na região da Rua 25 de Março, no centro; GCM e Polícia Militar contiveram arruaças

da Redação, estadao.com.br

09 de junho de 2008 | 19h37

Um grupo com cerca de 200 ambulantes fez um protesto na Rua 25 de Março, no centro de São Paulo, nesta segunda-feira, 9. A manifestação era contra a proibição da venda de produtos por camelôs na região. Os manifestantes impediram a abertura de lojas da região. Pelo menos uma pessoa foi presa e cinco ficaram feridas.   Fotos: Clayton de Souza/AE   Em determinado momento, durante tentativa de confronto dos camelôs, a Guarda Civil Metropolitana (GCM) teve de usar bombas de efeito moral para conter o grupo. Alguns dos manifestantes fecharam a rua e atearam fogo em caixas de madeiras e outros objetos. Um dos manifestantes quebrou o vidro da entrada de um agência bancária na região.     Depois disso a tropa de choque da Polícia Militar e a GCM ficaram na região para evitar novas arruaças por parte dos manifestantes. Os camelôs fizeram passeata pelas ruas da região, batendo palmas, gritando e apitando.     (Com informações do Jornal da Tarde)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.